domingo, 21 de novembro de 2010

DA PERSONALIDADE

"Da Personalidade" é o último poema da "Trilogia Granmaniana". Nele o herói Granmar é um deus,  pois consegue apresentar-se e fazer-se presente em todos os momentos e em todos os locais do universo, com a mesma instensidade ...

Título: DA PERSONALIDADE

Granmar é capaz de viver só
longe de tudo e de todos;
Capaz de criar poesia,
como o mais belo poeta, se inspira na solidão.
Assim é ele,
herói, conquistador, inventor do verso,
sabedor da vida,
discípulo da disciplina,
matador de homens,
pacificador, empreendedor.
Vive na mente dos gênios
e nos pensadores sem pensar.
Nas idéias dos déspotas dos paraísos,
nos sonhos dos vassalos,
no despertar das manhãs
e nas noites dos horrores.
Nas coisas doces e amargas,
no ego dos humildes
e na humildade dos fortes.
Só ele vive,
não sei explicar,
entretanto vive.
Como uma figura de linguagem,
(uma hipérbole, uma parábola, uma contradição).
Vive em tudo o que toma espaço,
esprimido na imensidão do infinito.
Na unidade mais básica
como um rei sem fronteiras,
como uma epístola sagrada à humanidade.
Um dogma, uma doutrina,
como um ser sem proporções
que afeta a tudo e a todos.

Autor: RUI RICARDO RAMOS.
Poetizado em 14 de dezembro de 1992.

Nenhum comentário:

Postar um comentário