quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

A FLOR.

Bela flor
a que encanta o meu jardim

Singela é a flor
quando a olho
e suas pétalas abertas
sorriem prá mim

Se o orvalho
que de claridades incertas
ilumina a beleza da flor,

minhas lágrimas ternas,
de encanto,

encandeiam o tom da cor
e o pranto tenaz se ameniza
com o passar da dor,

como a brisa que,
suave,
leva o perfume da flor

Por RUI RICARDO RAMOS.

NOTA: Texto poetizado em 21.05.1987. Inédito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário