sábado, 18 de dezembro de 2010

O IMPECÍLIO.

Pensava ser um deus
e vivia por traz dos erros
que o impediam,
um perfeccionismo de homem
sem perspectivas.
Queria ser um homem
mas a sociedade
castrou seus sonhos
que o impediam.
Viveu à margem,
marginal.
Sonhava ser um pássaro
e por traz das grades de ferro
que o impediam,
caminhava o espaço disponível
canto a canto.

Por RUI RICARDO RAMOS.

NOTA: Texto poetizado em 04.12.1989. Inédito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário